Em destaque:
Inverdades e Desmentiras, Não há razão, Toda nudez será castigada, A essência está na voz, The Doors, Aforismos.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Ora são

"O Dado é o meu pastor; nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, e eu me deito;
Guia-me a águas tranqüilas, e eu nado.
Destrói a minha alma;
Guia-me pelas veredas da justiça.
Por amor à causalidade.
Sim, ainda que andasse pelo vale da sombra da morte,
Não temeria o mal, pois o Acaso está comigo.
Teus dois cubos sagrados me consolam.
Preparas uma mesa para mim
Na presença dos meus inimigos.
Unges a minha cabeça com óleo,
O meu cálice transborda.
Certamente a bondade e a misericórdia e o mal e a crueldade
Me seguirão
Todos os dias da minha vida:
E habitarei para sempre na casa do Acaso."

7 comentários:

Caio disse...

De O Livro do Dado.

Gábi disse...

Uma ótima releitura do Salmo :) Mas eu particularmente prefiro o original ;)

Você escreve bem,
Beijão e até uma próxima visita =*

Bárbara disse...

Vc me faz rir! Linda foto de Dados!

Anônimo disse...

Para nós, que nos movemos com a idéia de que o acaso NÃO existe, o salmo 23 é realmente belo em sua versão original.
Com carinho, tia Mônica, João e Fafá

Anônimo disse...

Caio,
acho que prefiro muuiito mais a versão original do Salmo 23, pois acredito q o Acaso NÃO existe!
Muuitos Beijos DA SUA PRIMA,Marina

Verônica Martinelli disse...

Que o Dado seja Feito!

Amém!

sjsjsjjsjssjsjsjjs

Davi deve estar se remexendo no caixão!

beijos^^

Pietro disse...

o dado verde eh meu pastor
e a agua azul?
e o ceu vermelho?

e o ceu azul?
mar vermelho

mas verde
que verde?

o rosa ou o duende?