Em destaque:
Inverdades e Desmentiras, Não há razão, Toda nudez será castigada, A essência está na voz, The Doors, Aforismos.

quarta-feira, 6 de junho de 2007

O belo e estreito nuance do branco-e-preto


em contraste a sua inocência
está sua sensualidade;
e o que seria de sua virgindade
sem a sua impudência?
leveza e clareza
fardo, mistério;
fragilidade, impotência
força e poder:
isso forma o arco-íris do ser
embora descolorimos-no sem saber

é normal ser paradoxal
e é assumindo-nos numa cor fixa
que pintamos a vida cinza

5 comentários:

Juliana disse...

Ahhh, obrigada pela poesia para mim!

hahahaahaha

tô brincando!

ficou ótima!

beijinhos.

Juliana disse...

Sabia que poema na Itália não tem mesma conotação que aqui?! Lá poemas são so Lusíadas,A Divina Comédia etc.

Isso que você faz se chama poesia apenas.

Lá também não existe o termo artista plástico. É artista, pittore, scultore..

Nem sei porque to falando isso.
Ah, vai.. Cultura nunca é demais.

Beijos.

Caio disse...

Claro que nunca é demais! E você é um poço dela, sempre aprendo coisas interessantes contigo!

Pietro disse...

inocência é algo difícil de achar hoje em dia uhauha

Juliana disse...

ora essa, eu sou uma pessoa inocente!!